[1]
R. de A. e Souza, M. L. Hattori, e P. Fischer, “Ossos do Ofício: cemitérios, licenciamento ambiental e prática arqueológica em Arraias, Tocantins”, HAB, vol. 10, nº 2, p. 215–240, nov. 2013.