CARACTERÍSTICAS SOCIOECONÔMICAS E AGROPECUÁRIAS NOS MUNICÍPIOS DO PLANALTO NORTE CATARINENSE

Cintia Neves Godoi, Sandro Luiz Bazzanella, Letícia Paludo Vargas

Resumo


A Amplanorte é uma associação que compreende dez municípios localizados na região do Planalto Norte Catarinense. Estes municípios possuem entre 6 e 8,5% de suas áreas totais dedicadas as atividades produtivas da agricultura, especialmente vinculadas à agricultura familiar. Neste sentido, este artigo procurou refletir sobre a disposição e a dinâmica das atividades produtivas constitutivas da matriz econômica do planalto norte, entre elas a agricultura praticada regionalmente. Além disso, buscou diagnosticar possíveis desafios e possibilidades que devem ser levadas em consideração, tanto pelos produtores locais, quanto, pelo poder público local, regional e, até mesmo estadual para estimulo às atividades de potencialização das atividades produtivas, valorização, ou articulação dos produtores buscando melhorias nas condições de vida destes produtores e da população local e regional.

Palavras-chave


Agricultura. Desenvolvimento rural. Economia.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. O Brasil sem miséria. Organizadores: Tereza Campello, Tiago Falcão, Patricia Vieira da Costa. – Brasília: MDS, 2014.

NAÇÕES UNIDAS. World Summit for Social Development. Programme of Action of the World Summit for Social Development. Copenhague, 1995.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Censo Agropecuário Brasileiro.

Disponível em: . Acesso em: 10 ago 2021.

FEDERAÇÃO DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DE SANTA CATARINA. Indicadores.

Disponível em . Acesso em 15 ago 2021.

HOFFMAN, Rodolfo. Transferências de renda e desigualdade no Brasil (1995-2011). In T. Campello, & M. NERI (Orgs.), Programa Bolsa Família - uma década de inclusão e cidadania Brasília, DF: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. 2013.

INSTITUTO NACIONAL DE COLONIZAÇÃO E REFORMA AGRÁRIA (INCRA). Obtenção de terras. 2020. Disponível em: . Acesso em 10 set 2021.

INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA (IPEA). Objetivos do Desenvolvimento do Milênio. Relatório Nacional de Acompanhamento. 2014. Disponível em: . Acesso em 29 ago 2021.

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS MUNICÍPIOS. Mandala Municipal. 2021. Disponível em: . Acesso em 10 ago 2021.

OXFAM BRASIL. Terrenos da Desigualdade. Terra, agricultura e desigualdades no Brasil rural, 2016. Disponível em: . Acesso em 15 ago 2021.

OSORIO, Rafael Guerreiro; SOARES, Sergei Suarez Dillon; SOUZA, Pedro Herculano Guimarães Ferreira. Erradicar a extrema pobreza: um objetivo ao alcance do Brasil. Brasília: IPEA, 2011. (Texto para discussão nº 1619). Disponível em: < https://www.ipea.gov.br/portal/in dex.php?option=com_content&view=article&id=9610>. Acesso em 20 ago 2021.

PAIVA, Luis Henrique, COTTA, Tereza Cristina; BARRIENTOS, Armando. Brazil’s Bolsa Familia Programme. (2019). In M. Compton, & P. T. Hart (Org.), Great Policy Successes (pp. 1-24). Oxford, UK: Oxford University Press. Disponível em: . Acesso em 29 ago 2021.

PAIVA, Luis Henrique; SOUZA, Pedro H. G Ferreira; BARTHOLO, Letícia; SOARES, Sergei. Evitando a pandemia da pobreza: possibilidades para o programa Bolsa Família e para o Cadastro Único em resposta à COVID-19. Revista de Administração Pública [online]. 2020, v. 54, n. 4

Disponível em: . Acesso em 20 ago 2021.

PAIVA, Luis Henrique.; SOUZA, Marconi; NUNES, Hugo. Targeting in the Bolsa Família programme from 2012 to 2018 based on data from the Continuous National Household Sample Survey (One Pager, n. 436). Institute for Applied Economic Research (Ipea). Brasília, DF: Institute for Applied Economic Research. Disponível em: . Acesso em 20 set 2021.

PEÑA, Carlos Rosano; PINHEIRO, Danielle Sandi; ALBUQUERQUE, Pedro H. M. FERNANDES, Loyane Mota. A eficácia das transferências de renda: as tendências da desigualdade antes e depois do Programa Bolsa Família. Revista de Administração Pública. 49(4), 889-913. 2015.

ROCHA, Sonia. Pobreza no Brasil. A evolução de longo prazo (1970-2011). Estudos e Pesquisas. Rio de Janeiro: INAE, n. 492, 2013.

ROCHA, Sonia. Pobreza no Brasil. Crescimento, renda e pobreza. Como ficam os pobres?. Estudos e Pesquisas. Rio de Janeiro: INAE, n. 349, 2010.

SANTOS, Alessio Moreira dos; MITJA, Danielle. Agricultura familiar e desenvolvimento local: os desafios para a sustentabilidade econômico-ecológica na comunidade de Palmares II, Parauapebas, PA. Interações (Campo Grande) [online]. 2012, v. 13, n. 1. pp. 39-48. Disponível em: . Acesso em 30 ago 2021.

SOARES, Sonia. Metodologias para estabelecer a linha de pobreza: objetivas, subjetivas, relativas, multidimensionais. Brasília: IPEA, 2009a. (Texto para discussão nº 1381).

TRAÇA Rebeca Ribeiro; GODOY, Cristiane Maria Tonetto; CAMPOS, José Ricardo da Rocha; BERNARTT, Maria de Lourdes. Um panorama de 2015 a 2020 sobre as políticas públicas de incentivo à sustentabilidade na agricultura familiar no município de Dois Vizinhos-PR. Sociedade Em Debate, 27(2), 154-176. 2021. Disponível em: . Acesso em 20 set 2021.




DOI: https://doi.org/10.18224/baru.v8i1.9290

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2022 Cintia Neves Godoi, Sandro Luiz Bazzanella, Letícia Paludo Vargas

Rodapé - Barú
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


BARU | Revista Brasileira de Assuntos Regionais e Urbanos | Mestrado em Desenvolvimento e Planejamento Territorial da PUC Goiás | e-ISSN 2448-0460 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = B1

Visitantes - (24/08/2017 - 04/08/2022)

Fonte: Google Analytics.