Imagem para capa

LER O ENCANTO PARA ENTENDER A CIÊNCIA

Mayllon Lyggon de Sousa Oliveira

Resumo


Em “Fogo no Mato: a ciência encantada das macumbas”, Luiz Antonio Simas e Luiz Rufino apresentam a possibilidade de pensarmos uma epistemologia baseada nas práticas de uma cultura de síncope, ou seja, uma alteração inesperada no ritmo que preenche o espaço vazio. Os conhecimentos frutos dessa cultura possibilitam, segundo os autores, um traçado tático contra as formas de normalização e planificação dos modos de ser. Considerar esses conhecimentos outros é uma estratégia para lidar com o colonialismo, colocando na encruzilhada a ciência moderna ocidental e uma ciência encanta, assumindo assim possibilidades polirracionais, pluriversais e plurilinguistas.

Palavras-chave


Ciência; Epistemologia; Colonialismo

Texto completo:

PDF

Referências


SIMAS, Luiz Antonio; RUFINO, Luiz. Encantamento sobre política de vida. Rio de Janeiro: Mórula, 2020.

SIMAS, Luiz Antonio; RUFINO, Luiz. Fogo no mato: a ciência encantada das macumbas. 1. ed. Rio de Janeiro: Mórula, 2018.

STENGERS, Isabelle. A invenção das ciências modernas. São Paulo: Ed. 34, 2002.




DOI: http://dx.doi.org/10.18224/pan.v10i2.8722

Rodapé - Panorama
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Não Comercial 4.0 Internacional (CC BY-NC 4.0)


PANORAMA | Comunicação Social | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 2237-1087 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = B2