JORNAIS APOIARAM O IMPEACHMENT DE DILMA?

Cileide Alves

Resumo


RESUMO: a polarização do debate político no Brasil após a posse da presidente Dilma Rousseff para seu segundo mandato,
em janeiro de 2015, chegou também às mídias tradicionais. A cobertura dos veículos de comunicação
das crises política e econômica e do processo de impeachment na Câmara dos Deputados foi muito questionada,
principalmente pelos apoiadores da presidente e de seu governo e por setores da esquerda brasileira.
Teria os jornais brasileiros tomado partido a favor ou contra a presidente? Esse artigo visou buscar elementos
nos próprios jornais para tentar entender como três maiores jornais do país, O GLOBO, Folha de S.Paulo e
O Estado de S.Paulo se posicionaram. Os três foram escolhidos porque seus acervos estão disponíveis na
internet.

PALAVRAS-CHAVE: Impeachment Dilma Rousseff. Jornalismo. Editoriais.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/pan.v6i1.4862

 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


PANORAMA | Comunicação Social | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 2237-1087 | Qualis B4