A EXALTAÇÃO DO PROTAGONISTA: O DISCURSO DO JORNALISMO ESPORTIVO

Luiz Fernando Rodrigues Lemes, Rogério Borges

Resumo


RESUMO: diante do atual contexto da Seleção Brasileira, o presente artigo pretende apresentar um debate sobre o
desenvolvimento do discurso jornalístico esportivo do Globoesporte.com sobre a trajetória da equipe durante
a Copa América de 2015 baseados em três categorias: memória, personalização e questionamento. Também
discute os conteúdos jornalísticos por meio da análise dos apelos discursivos trabalhados por Voltolini (2004):
emocional, moral e racional. Com isso, é possível perceber como o termo “Neymardependência” atua e influencia
o desenvolvimento da atividade jornalística, não se caracterizando exclusivamente como um fator
de dependência do atual elenco da Seleção Brasileira que apresenta deficiência técnica quando comparado
a outras seleções do continente.

PALAVRAS-CHAVE: Apelo discursivo. Personalização. Jornalismo esportivo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/pan.v6i1.4858

Rodapé - Panorama
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


PANORAMA | Comunicação Social | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 2237-1087 | Qualis B4

Visitantes - (04/09/2017 - 21/10/2019)
País Usuários
Brasil 6.269
França 264
Estados Unidos 225
Portugal 141
Angola 40
Itália 29
Alemanha 20
México 16
Moçambique 15

Fonte: Google Analytics.