Práticas Culturais e Identitárias: entre o Oriente e Ocidente (Século V-XV)

Adriana Mocelim, Renata Cristina de Sousa Nascimento

Resumo


A confluência cultural, as disputas pela ocupação dos espaços, a miscigenação e o estranhamento, marcaram a vivência entre as populações do oriente e ocidente durante toda a Idade Média. Se por um lado as guerras aceleraram este distanciamento, por outro as aproximações foram várias; incentivadas pelas peregrinações e trocas culturais intensas, que garantiam a flexibilidade identitária e a elaboração de novos significados e parâmetros. Uma interpretação dos indícios deixados pelo tempo nos apresentam diversas possibilidades de análise, que perpassam os fazeres cotidianos dos homens de uma determinada época.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/mos.v11i2.6615

Rodapé - Mosaico
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND

MOSAICO | Programa de Pós-Graduação em História | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7801 | Qualis A3 (Avaliação Preliminar da CAPES/PERIÓDICOS - 2019)

Visitantes - (05/09/2017 - 21/10/2019)
País Usuários
Brasil 9.973
Estados Unidos 415
França 268
Portugal 152
Alemanha 62
Reino Unido 33
México 32
Espanha 31
Rússia 21

Fonte: Google Analytics.