Diálogo Identitário Sobre a Sexualidade Medieval entre Oriente e Ocidente - Séculos XIV e XV

Elaine Cristina Senko Leme, Mariana Bonat Trevisan

Resumo


Este artigo tem por objetivo realizar um paralelo entre concepções do Ocidente e do Oriente a respeito de noções relativas à sexualidade, à relação entre os sexos e o feminino. Para isso, elegemos o contexto da Baixa Idade Média, privilegiando duas fontes do século XV: a obra do muçulmano Muhammad al-Nafzawi, Os Campos Perfumados, e o Leal Conselheiro, do rei português D. Duarte - ambas de um contexto mediterrânico, mas distinto culturalmente nesse período. A primeira obra foi escrita para um sultão tunisiano, já a segunda trata-se de um escrito feito por um monarca cristão ibérico para seus súditos nobres. Desse modo, procuramos perceber como dois textos escritos por homens e para homens acabaram por definir duas concepções que revelam noções identitárias do Ocidente e do Oriente com relação à dimensão da sexualidade.

Identity Dialogue on Medieval Sexuality Between the East and the West – 14th and 15th Centuries

The purpose of this article is to draw a parallel between Western and Eastern conceptions regarding notions related to sexuality, the relationship between the sexes and the feminine. For this, we chose the context of the Late Middle Ages, focusing on two sources of the 15tth century: the work of Muhammad al-Nafzawi, The Perfumed Garden and the Leal Conselheiro, of the Portuguese king D. Duarte (1391-1438)- both from a Mediterranean context, but culturally distinct in this period. The first work was written for a Tunisian sultan, while the second is a writing made by an Iberian Christian monarch for his noble subjects. In this way, we try to understand how two texts written by men and for men ended up defining two conceptions that reveal identity notions of the West and the East in relation to the dimension of sexuality.

Palavras-chave


Sexualidade na Idade Média; Ocidente cristão; Oriente muçulmano; Sexuality in the Middle Ages; Christian West; Muslim East.

Texto completo:

PDF

Referências


AL-NAFZAWI, Muhammad. Os Campos Perfumados. Tradução de Monica Stahel. São Paulo: Martins Fontes, 1994.

BAKHTIN, Mikhail. Questões de Literatura e de Estética. São Paulo: Editora Unesp, 1998.

BUESCU, Ana Isabel. Livros e livrarias de reis e de príncipes entre os séculos XV e XVI. Algumas notas. In: eHumanista, v. 8, 2007. Disponível em: . Acesso em: 22 jun. 2015.

COELHO, Maria Helena da. D. João I. Reis de Portugal. Mem Martins, Temas e Debates, 2008.

COELHO, Maria Helena da. Memória e propaganda legitimadora do fundador da monarquia de Avis. In: NOGUEIRA, Carlos (Org.). O Portugal medieval. Monarquia e Sociedade. São Paulo: Alameda, 2010.

DUARTE, Luis Miguel. D. Duarte: réquiem por um rei triste. Reis de Portugal. Mem Martins: Temas e Debates, 2007.

DUARTE. Leal Conselheiro. Prefácio de Afonso Botelho. Edição crítica, introdução e nota de Maria Helena Lopes de Castro. Colecção Pensamento Português, s/l, 1998.

DUARTE. Livro dos Conselhos de El-Rei D. Duarte (Livro da Cartuxa). Edição diplomática. Introdução de João José Alves Dias. Prefácio de António Henrique de Oliveira Marques. Lisboa: Editorial Estampa, 1982.

FRANÇA, Susani S. Lemos. A representação do passado e a moral no século XV em Portugal. Tempo, Niterói, n. 28, p. 145-164, jun. 2008.

GAMA, José. A geração de Avis. In: CALAFATE, Pedro (Dir.). História do pensamento filosófico português. Idade Média. Lisboa: Cosmos, 1999. v. 1.

KARRAS, Ruth Mazo. Sexuality in Medieval Europe: Doing unto Others. New York: Routledge, 2005.

KUSHIGIAN, Julia A. Orientalism in the Hispanic Literary Tradition. Albuquerque, New Mexico: University of New Mexico Press, 1991.

MALEVAL, Maria do Amparo Tavares. Humanismo. In: MONGELLI, Lênia M. de M.; MALEVAL, Maria do Amparo Tavares; VIEIRA, Yara F. A literatura portuguesa em perspectiva. São Paulo: Atlas, 1992.

MATTOSO, José. A escrita da História. Teoria e método. Lisboa: Editorial Estampa, 1988.

MATTOSO, José; SOUZA, Armindo. História de Portugal. A Monarquia Feudal. (1096-1480). Lisboa: Estampa, 1993. v. 2.

OLIVEIRA MARQUES, A. H. de. A sociedade medieval portuguesa: aspectos da vida cotidiana. Lisboa: Sá da Costa, 1987.

PINA, Rui de. Chrónica de El- Rei Duarte. Organizada por Antônio Borges Coelho. Lisboa: Editorial Presença, 1966.

PINA, Rui de. Chrónica de El-Rei D. Affonso V. Introdução de G. Pereira. Lisboa: Escriptorio, 1901. 3v. v. 1.

TREVISAN, Mariana Bonat. A primeira geração de Avis: Uma família “exemplar” (Portugal – Século XV). Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Niterói, 2016.

TREVISAN, Mariana Bonat. Portugal na Crise dos séculos XIV e XV. Lisboa: Presença, 1987.

VATSYAYANA. Kamasutra. Tradução de Daniel Moreira Miranda e Juliana di Fiori Pondian. São Paulo: Tordesilhas, 2011.

VECCHIO, Silvana. A boa esposa. In: DUBY, Georges; PERROT, Michelle. História das mulheres no Ocidente - A Idade Média. Porto: Afrontamento, 1990. v. 2.

WOLFF, Philip. Outono da Idade Média ou Primavera dos Novos Tempos? São Paulo: Martins Fontes, 1988.




DOI: http://dx.doi.org/10.18224/mos.v11i2.6340

 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


MOSAICO | Programa de Pós-Graduação em História | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7801 | Qualis B3

Flag Counter