A Atuação da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Minaçu no Quilombo do Riachão

Lusinaide Cordeiro de Sales Lima Marques

Resumo


Ao falar sobre a presença da Igreja Assembleia de Deus na comunidade quilombola Riachão buscou-se apresentar alguns aspectos históricos desta instituição. A análise da religiosidade dessa comunidade e o processo de conversão do catolicismo popular à nova fé pentecostal foi discutida numa perspectiva de identidade como um processo de tradução cultural. A pesquisa limitou-se em abordar os fatores religiosos externos e como eles são assimilados pelas pessoas convertidas, com especial atenção ás vozes, expressões e sensação de pertença desse povo, tanto na nova religião como na comunidade em que vivem.

The Actitities of the Evangelical Church Assembly of God in Minaçu in the Kilombo of Riachão

Speaking about the presence of the Assembly of God Church in the Riachão quilombola community, we sought to present some historical aspects of this institution. The analysis of the religiosity of this community and the process of conversion of popular catholicism to the new pentecostal faith was discussed in an identity perspective as a process of cultural translation. Research has been limited to addressing external religious factors and how they are assimilated by converted people, with special attention to the voices, expressions and sense of belonging of these people, both in the new religion and in the community in which they live.

Palavras-chave


Religion; Quilombo; Assembly of God; Identity; Cultural translation; Religião; Quilombo; Assembleia de Deus; Identidade; Tradução cultural

Texto completo:

PDF

Referências


CABRAL, D. Assembleia de Deus: a outra face da história. 2. ed. Rio de Janeiro: Betel, 1998.

CHAUL, N. A Construção de Goiânia e a Transferência da Capital. Goiânia: UFG, 1999.

DELGADO, Lucília de A. N. História oral: memória, tempo, identidade. Belo Horizonte. Autêntica, 2006.

ELIADE, Mircea. Mito e realidade. São Paulo: Perspectiva, 1972.

ELIADE, Mircea. O Sagrado e o Profano: a essência das religiões. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

FEITOSA, João (Org.). Fragmentos da Nossa História: vitórias e conquistas de um povo. Goiânia: Karis, 2006.

GEERTZ, Clifford. A Interpretação das Culturas. 1. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2008.

GOMIS, Moizeis A. Quando Samambaia Pegou Fogo. Iporá – GO: [s.n.]. 2012. Disponível em: . Acesso em: 27 ago. 2016.

LÉONARD, E.G. O Protestantismo Brasileiro: estudo de eclesiologia e história social. Tradução de Linneu de Camargo Schutzer. Rio de Janeiro e São Paulo: JUERP/ASTE, 1981.

MENDONÇA, A. G. O Protestantismo no Brasil e suas Encruzilhadas. REVISTA USP, São Paulo, n. 67, p. 48-67, set./nov., 2005, p. 50-51.

MORAIS, Itelvides José. Protestantes pentecostais em Goiânia: Discurso e ação política. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Universidade de Brasília, Brasília, 2007.

MOTA, Rosiane Dias. Protestantismo, identidade territorial e territorialidades da comunidade quilombola. In: ALMEIDA, Maria Geralda (Org.). O Território e a Comunidade Kalunga: quilombolas em diversos olhares – Goiânia: Gráfica UFG, 2015. p. 250-271.

ROSENDAHL, Zeny. Espaço e Religião: uma abordagem geográfica. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2002.

WILGES, Irineu. Cultura Religiosa: as religiões no mundo. 17. ed. Petrópolis: Vozes, 2008.




DOI: http://dx.doi.org/10.18224/mos.v11i1.6101

 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


MOSAICO | Programa de Pós-Graduação em História | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7801 | Qualis B3

Flag Counter