Diálogo dos Mortos sobre os Vivos: uma crítica luciânica à  cerimônia de apoteose do imperador romano

Edson Arantes Junior

Resumo


O artigo analisa algumas possibilidades interpretativas dos Diálogos dos Mortos de Luciano de Samósata. Matizamos as análises de Jacynto Lins Brandão, sobre o Hades como espaço de isonomia. Em seguida debatemos as relações dos diálogos luciânicos e a cerimônia de apoteose do Imperador. A partir deste expediente podemos elucidar os usos da mitologia e da escrita ficcional como elemento de crítica cultural no Império Romano.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/mos.v1i2.585

Rodapé - Mosaico
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND

MOSAICO | Programa de Pós-Graduação em História | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7801 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = A3

Visitantes - (05/09/2017 - 25/06/2020)

Fonte: Google Analytics.