O Rio São Francisco: a base física da unidade nacional do Império

Vanessa M. Brasil

Resumo


Este texto tem por objetivo analisar e identificar porquê, em distintos períodos da história brasileira, o rio São Francisco é compreendido como a base física da unidade nacional do Império. Tal perspectiva implica uma abordagem de estudo centrada nas relações entre o geográfico e o cultural, pois só entendemos o velho Chico numa complexa interação entre o homem e a natureza. A construção da identidade desse rio como base física do Império resulta, portanto, da interação dos múltiplos componentes constitutivos de suas dimensões: física, econômica, política, social e cultural.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/mos.v1i2.572

Rodapé - Mosaico
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND

MOSAICO | Programa de Pós-Graduação em História | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7801 | Qualis A3 (Avaliação Preliminar da CAPES/PERIÓDICOS - 2019)

Visitantes - (01/01/2006 - 01/08/2019)
País Usuários
Brasil 8.363
Estados Unidos 407
França 265
Portugal 130
Alemanha 61
Reino Unido 32
Espanha 26
México 24
Rússia 21
Total 9.575

Fonte: Google Analytics.