Rio Parnaíba... Sua Figuração Humana e Poética

Gercinair Silvério Gandara

Resumo


Na poesia, no romance e na literatura expressou-se a realidade do rio Parnaíba. Em sua composição poética é sonho, devaneio, um símbolo representado no seu fluir aplainado e imponente. Nessa vastidão de águas, os poetas vão e vem, bolinando em todos os sentidos, e pondo no verde da terra ou no azul do mar a doçura do seu deslizar silencioso e a graça de sua silhueta. Rio Parnaíba... Grande Rio... Rio Caminho... Rio Lendário... Rio Abençoado... Rio das Barbas Brancas... Corpo Dàgua... Medula Espinhal do Sentimento... Portentoso Personagem Histórico...

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/mos.v1i2.570

Rodapé - Mosaico
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND

MOSAICO | Programa de Pós-Graduação em História | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7801 | Qualis A3 (Avaliação Preliminar da CAPES/PERIÓDICOS - 2019)

Visitantes - (01/01/2006 - 01/08/2019)
País Usuários
Brasil 8.363
Estados Unidos 407
França 265
Portugal 130
Alemanha 61
Reino Unido 32
Espanha 26
México 24
Rússia 21
Total 9.575

Fonte: Google Analytics.