A PERSPECTIVA HISTORIOGRÁFICA SOBRE OS QUILOMBOLAS DE GOIÁS (SCULOS XVIII AO XXI)

Fernando Bueno Oliveira, Maria Idelma Vieira D'Abadia

Resumo


Resumo: este ensaio objetiva delinear estudos sobre os quilombolas de Goiás que remetem aos séculos XVIII ao XXI, com enfoque à população Kalunga. As produções acadêmicas sobre os quilombos goianos nos oferecem diferentes possibilidades para a apreensão da
dinâmica quilombola nos períodos escravista e pós-escravista: são abordagens que servem de base para outras produções acadêmicas; que questionam a ideia do isolamento; que trabalham a questão do medo; que apreendem a realidade vivida de um grupo num sentido sociológico; e, que se utilizam de categorias geográficas para a compreensão da
identidade de uma comunidade.
Palavras-chave: Quilombos. Produções. Kalunga. Goiás.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/mos.v8i1.4408

Rodapé - Mosaico
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND

MOSAICO | Programa de Pós-Graduação em História | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7801 | Qualis A3 (Avaliação Preliminar da CAPES/PERIÓDICOS - 2019)

Visitantes - (01/01/2006 - 01/08/2019)
País Usuários
Brasil 8.363
Estados Unidos 407
França 265
Portugal 130
Alemanha 61
Reino Unido 32
Espanha 26
México 24
Rússia 21
Total 9.575

Fonte: Google Analytics.