Sobre os Modos de Produzir as Mães: notas sobre a normatização da maternidade

Georgiane Garabely Heil Vazquez

Resumo


Resumo: este artigo tem por objetivo a analise do processo de construção de um ideal de maternidade a partir de práticas discursivas vinculadas ao campo médico/clínico. Neste sentido, permeiam o debate os procedimentos vinculados ao bio-poder bem como a necessidade do Estado em regulamentar, normatizar e controlar a sexualidade e a maternidade com vistas ao ?engrandecimento? da Nação. O corpo feminino passa a ser
analisado a partir de sua especificidade, ou seja, a maternidade. Articulam-se diversos discursos e práticas sociais no sentido de vincular um ideal de felicidade feminina exclusivamente a maternidade. Demonstrar como historicamente tal processo foi elaborado é o que almeja a discussão aqui apresentada.
Palavras-chave: Maternidade. Gênero. Discurso médico.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/mos.v7i1.3984

Rodapé - Mosaico
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND

MOSAICO | Programa de Pós-Graduação em História | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7801 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = A3

Visitantes - (05/09/2017 - 03/12/2019)

Fonte: Google Analytics.