Os Caminhos da Consolidação Senhorial-Episcopal compostelana no Século XII

Bruno Gonçalves Alvaro

Resumo


Resumo: as relações de negociação estabelecidas entre o senhorio-episcopal compostelanoe a monarquia castelhana-leonesa, especificamente, na primeira metade do século XII, são profícuos exemplos do que temos identificado e defendido como uma interdependência entre estas duas instâncias. Principalmente, por considerarmos que este caráter de negociação, presente na documentação, pode ser interpretado como uma necessidade de ambas as partes, inseridas em um espaço de legitimidade, consolidarem suas posições frente ao
conturbado contexto político daquele momento. Sendo assim, neste artigo, objetivamos analisar as estratégias que foram utilizadas pelo episcopado compostelano na busca pela
consolidação do que temos denominado como poder senhorial-episcopal.
Palavras-chave: Senhorio-episcopal. Monarquia. Negociação.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/mos.v6i2.2877

Rodapé - Mosaico
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND

MOSAICO | Programa de Pós-Graduação em História | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7801 | Qualis A3 (Avaliação Preliminar da CAPES/PERIÓDICOS - 2019)

Visitantes - (05/09/2017 - 21/10/2019)
País Usuários
Brasil 9.973
Estados Unidos 415
França 268
Portugal 152
Alemanha 62
Reino Unido 33
México 32
Espanha 31
Rússia 21

Fonte: Google Analytics.