Compadre, Sábado Nós Vamos Lá no Rio: espaço e natureza através de memórias dos ribeirinhos do Araguaia

Monise Busquets, Marina Hainzenreder Ertzogue

Resumo


Resumo: a região do Bico do Papagaio com histórico de grandes conflitos de terras caracteriza-
se pela faixa de transição entre a Mata Amazônica e o Cerrado, ponto de encontro de dois importantes rios Tocantins e Araguaia. Nesse local, há dois grandes projetos de construção de Usinas Hidrelétricas: as UHE de Marabá e Santa Isabel. O presente artigo discute conceitos de lugar, espaço, pertencimento e natureza, tendo como ponto de partida o assentamento Falcão, que data da década de 1990, na zona rural do município de Araguatins, (TO). Trata-se de um estudo sobre a memória e a percepção da população ribeirinha e a relação com o rio frente à construção de usinas hidrelétricas.
Palavras-chave: Assentamento Falcão. Rio Araguaia. Natureza. Usinas Hidrelétricas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/mos.v6i1.2748

Rodapé - Mosaico
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND

MOSAICO | Programa de Pós-Graduação em História | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7801 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = A3

Visitantes - (05/09/2017 - 03/12/2019)

Fonte: Google Analytics.