"Os Antigos que Trabalhavam Perfeitamente Morreram": a memória da umbanda em Araguaína(TO)

Sariza Oliveira Caetano Venâncio, Mundicarmo Ferretti

Resumo


Resumo: processos migratórios possibilitam o diálogo entre diversas culturas. Em muitos casos, como no campo religioso, as trocas simbólicas podem ser mais visíveis do
que em outros. A partir daí, procura-se delinear a chegada da Umbanda a Araguaína, norte do Tocantins, e, através da memória de alguns dirigentes, apresentar os primeiros
umbandistas que viveram na cidade.
Palavras-chave: Migração. Memória. Umbanda. Araguaína..

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/mos.v6i1.2747

Rodapé - Mosaico
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND

MOSAICO | Programa de Pós-Graduação em História | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7801 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = A3

Visitantes - (05/09/2017 - 03/12/2019)

Fonte: Google Analytics.