Transgressão e Negação da Conversão dos Tarairiú no Aldeamento de Boa Vista ? Capitania Real da Paraíba

Gláucia de Souza Freire, Juciene Ricarte Apolinário

Resumo


Resumo: este trabalho visa entender como se processou as práticas culturais e religiosas entre os missionários Carmelitas Descalços e grupos indígenas Kanindé e Xukurú (índios Tarairiú) mantidos no Aldeamento de Boa Vista. Mesmo que contrariando as normatizações inquisitoriais, os Tarairiú continuaram a praticar o ritual da Jurema Sagrada sob os olhares e práticas de compactualidade dos Carmelitas Descalços. Relações e práticas religiosas consideradas diabólicas pelas autoridades administrativas e religiosas que atuavam na capitania da Paraíba, tendo como consequência a morte de lideranças indígenas Xukurú.

Palavras-chave: Carmelitas Descalços. Índios Tarairiú. Jurema Sagrada.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/mos.v4i2.2378

Rodapé - Mosaico
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND

MOSAICO | Programa de Pós-Graduação em História | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7801 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = A3

Visitantes - (05/09/2017 - 03/12/2019)

Fonte: Google Analytics.