DOSSIÊ “30 ANOS DO MANUAL CERÂMICA GUARANI”

Francisco Silva Noelli, Ângelo Alves Corrêa, Marianne Sallum

Resumo


não há

Texto completo:

PDF

Referências


BROCHADO, José P. Alimentação na Floresta Tropical. Porto Alegre: Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 1977.

BROCHADO, José P. An ecological model of the spread of pottery and agriculture into Eastern South America. Tese (Doutorado) –

Urbana-Champaign: University of Illinois at Urbana - Champaign, 1984.

BROCHADO, José P. What did the Tupinambá cook in their vessels? Revista de Arqueologia, v. 6, n. 1, p. 40-88, 1991.

BROCHADO, José P.; MONTICELLI, Gislene; NEUMANN, Eduardo. Analogia etnográfica na reconstrução gráfica das vasilhas Guarani arqueológicas. Veritas, Porto Alegre, v. 35, n. 140, p. 727-743, 1990.

BROCHADO, José P.; MONTICELLI, Gislene. 1994. Regras práticas na reconstrução gráfica da cerâmica Guarani por comparação com vasilhas inteiras. Estudos Ibero-Americanos, 20(2):107-118.

BROCHADO, José P.; VIEIRA, Carmem V. G. A cerâmica da tradição Guarani. In: GOULART, Mariland. Projeto Arqueológico Uruguai. Relatório de trabalhos na área da Represa de Itá. Florianópolis: Eletrosul/UFSC, 1986.

CORRÊA, Ângelo. A. Pindorama de Mboia e Iakaré: continuidade e mudança na trajetória das populações Tupí. Tese (Doutorado) - Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo, São Paulo, Brasil, 2014.

LA SALVIA, Fernando; BROCHADO, José P. Cerâmica guarani: análise e interpretação. In: SCHALLENBERGER, Erneldo (ed.). Anais do VI Simpósio Nacional de Estudos Missioneiros, p. 193-213, 1985.

LA SALVIA, Fernando; BROCHADO, José P. Cerâmica Guarani. Porto Alegre: Pozenato Arte & Cultura, 1989.

MONTOYA, Antonio R. Arte de la lengua guarani, ó mas bien tupi. v. 1. Viena: Faesy y Fric, 1876a.

MONTOYA, Antonio R. Arte de la lengua guarani, ó mas bien tupi. v. 2. Viena: Faesy y Fric, 1876b.

MONTOYA, Antonio R. Vocabulario de la lengua Guaraní. Asunción: CEPAG, 2002.

MONTOYA, Antonio R. Tesoro de la lengua Guaraní. Asunción: CEPAG, 2011.

NOELLI, Francisco S.; BROCHADO, José P.; CORRÊA, Ângelo A. A linguagem da cerâmica Guaraní: sobre a persistência das práticas e materialidade (parte 1). Revista Brasileira de Linguística Antropológica, v. 10, n. 2, p. 167-200, 2018.

NOELLI, Francisco S.; SALLUM, Marianne. A cerâmica paulista: cinco séculos de persistência de práticas tupiniquim em São Paulo e Paraná, Brasil. Mana, Estudos de Antropologia Social, v. 25, n. 3, p. 701-745, 2019.




DOI: http://dx.doi.org/10.18224/hab.v18i2.8687

Direitos autorais 2021 Noelli Silva Noelli

Rodapé - Habitus

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


HABITUS| Instituto Goiano de Pré-História e Antropologia | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7798 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = A3

Visitantes - (04/09/2017 - 12/08/2021)

Fonte: Google Analytics.