O Indígena e a Construção da Idéia de Brasil: reflexões sobre patrimônio, identidade e cidadania

Jorge Najjar

Resumo


Valendo-se de uma discussão acerca da idéia recorrente de que a identidade brasileira é formada da mistura de três raças (brancos, negros e índios) e dos próprios conceitos de raça e de cultura nos quais essa idéia é baseada, o texto analisa a ação do Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional na preservação do patrimônio cultural brasileiro. Identifica que essa ação, historicamente, consolida uma idéia de patrimônio nacional extremamente vinculada aos monumentos arquitetônicos portugueses e que essa idéia, por sua vez, constrói uma concepção de identidade nacional marcada pela ausência da diversidade cultural existente em nossa sociedade. Termina ressaltando que inventar uma idéia de Brasil e de sua cultura, em que estejam presentes os diferentes brancos, os diferentes índios e os diferentes negros que compuseram e que compõem nossa população, é necessário para o alargamento da democracia e da cidadania em nosso país.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/hab.v3.2.2005.347-360

Direitos autorais

Rodapé - Habitus

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


HABITUS| Instituto Goiano de Pré-História e Antropologia | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7798 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = A3

Visitantes - (04/09/2017 - 03/12/2019)

Fonte: Google Analytics.