Naturalizing Borderlands in Time and Space: Imperial Frontiers and Historical Indigeneities in the America

Cynthia Radding

Resumo


NATURALIZANDO FRONTEIRAS NO TEMPO E NO ESPAÇO: FRONTEIRAS IMPERIAIS E INDIANIDADES HISTÓRICAS NA AMÉRICAS

Resumo: o artigo integra os conceitos de áreas de fronteiras ecológicas e culturais com os de fronteiras imperiais, bem como a criação e a emergência de identidades étnicas por meio de processos históricos de colonialismo e resiliência. As ideias apresentadas aqui fluem das experiências da autora em suas investigações nos ambientes áridos do noroeste do México e nas terras baixas subtropicais do Oriente da Bolívia, completadas por um resumo da literatura histórica e antropológica do Norte e Sul da América.

Palavras-chave: Fronteiras. Inidanidade. Ambiente. Paisagens produzidas por humanos.

Abstract: this article brings together the concepts of ecological and cultural borderlands with imperial frontiers and the emergence of ethnic identities through historical processes of colonialism and resilience. The discussion flows from the author’s own research experiences in the arid lands of northwestern Mexico and the subtropical lowlands of eastern Bolivia and a review of the literature for both North and South America.

Keywords: Borderlands. Indigeneity. Environment. Humanly crafted landscapes.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/hab.v15i1.5897

Direitos autorais 2017 Cynthia Radding

Rodapé - Habitus

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


HABITUS| Instituto Goiano de Pré-História e Antropologia | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7798 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = A3

Visitantes - (04/09/2017 - 03/12/2019)

Fonte: Google Analytics.