Arqueologia Preventiva: uma disciplina na confluência da arqueologia pública e da avaliação ambiental

Solange Bezerra Caldarelli

Resumo


Resumo: a Arqueologia Preventiva, nascida no início da segunda metade do século XX da preocupação com as crescentes alterações socioambientais decorrentes da expansão dos empreendimentos de infraestrutura num mundo com densidade populacional crescente,
expandindo-se em progressão geométrica sobre a superfície terrestre, é a que mais recursos materiais e humanos passou a mobilizar, em especial a partir do último quartel daquele século. A reflexão sobre como tem se dado sua atuação, na confluência entre a Arqueologia Pública e a Avaliação Ambiental, numa perspectiva internacional, com amplos reflexos em sua prática no Brasil, é o que pretende discutir criticamente o presente artigo, sempre que possível com exemplos concretos desta atuação.
Palavras-chave: arqueologia preventiva, arqueologia pública, avaliação ambiental.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/hab.v13.1.2015.5-30

Direitos autorais 2015 Habitus

Rodapé - Habitus

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


HABITUS| Instituto Goiano de Pré-História e Antropologia | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7798 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = A3

Visitantes - (04/09/2017 - 03/12/2019)

Fonte: Google Analytics.