Educando Embaixo D'Água: O Ensino de Arqueologia Subaquática no Brasil (1992-2014)

Leandro D. Duran, Paulo F. Bava de Camargo, Flávio Rizzi Calippo, Gilson Rambelli

Resumo


Resumo: até o início da década de 2000, o único caminho possível para formação em Arqueologia Subaquática era através da pós-graduação. Mas, com a expansão do ensino público federal, a Arqueologia Subaquática ampliou seu raio de ação ao ser inserida na grade de algumas graduações em Arqueologia. Nesse sentido, o artigo propõe apresentar
nossa visão sobre o histórico recente desse processo.
Palavras-chave: Arqueologia subaquática. Arqueologia marítima. Ensino superior. Graduação
em Arqueologia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/hab.v12.2.2014.257-270

Direitos autorais 2015 Habitus

Rodapé - Habitus

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


HABITUS| Instituto Goiano de Pré-História e Antropologia | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7798 | Qualis B2

Visitantes - (04/09/2017 - 21/10/2019)
País Usuários
Brasil 13.078
Estados Unidos 671
França 361
Argentina 176
Portugal 132
México 120
Alemanha 90
Reino Unido 87
Espanha 60

Fonte: Google Analytics.