O Registro de Manifestações Culturais Tradicionais ou uma Aventura pelos Novos Caminhos das Políticas Públicas Brasileiras

Lara Santos de Amorim

Resumo


O artigo discute como uma manifestação tradicional a Folia do Divino está sujeita à s amplas negociações de sentido que fazem parte da dinâmica dos processos culturais contemporâneos. A etnografia sobre a Folia de Formosa, em Goiás, indica a dinâmica da produção da festa e sua relação com o campo de poder da sociedade globalizada. Discute-se, neste contexto, a pertinência das políticas públicas de patrimônio imaterial implementadas pelo IPHAN e o papel do antropólogo neste processo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/hab.v4.1.2006.493-511

Direitos autorais

Rodapé - Habitus

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


HABITUS| Instituto Goiano de Pré-História e Antropologia | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7798 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = A3

Visitantes - (04/09/2017 - 03/12/2019)

Fonte: Google Analytics.