A Carneação: comida, trabalho e sociabilidade

Jaqueline Sgarbi Santos, Renata Menasche

Resumo


Resumo: nos Campos de Cima da Serra (Rio Grande do Sul, Brasil), não havia luz elétrica até os anos 1980. A vida e a produção e conservação de alimentos se faziam, então, sem ela.
Naquele contexto, famílias rurais criaram, nos 1950, uma organização: a carneação. Este artigo traz uma história que fala de modos de vida, consumo alimentar e organização social.
Palavras-chave: Alimentação. Conservação de alimentos. Cooperação. Modos de vida.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/hab.v11.1.2013.53-64

Direitos autorais

Rodapé - Habitus

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


HABITUS| Instituto Goiano de Pré-História e Antropologia | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7798 | Qualis B2

Visitantes - (01/01/2005 - 01/08/2019)
País Usuários
Brasil 11.051
Estados Unidos 625
França 348
Argentina 155
Portugal 117
México 98
Reino Unido 84
Alemanha 77
Espanha 54
Total 13.137

Fonte: Google Analytics.