Intercâmbios entre Vivos e Mortos numa Cidade Industrial

Marta Cioccari

Resumo


Resumo: a partir de etnografia realizada na cidade de Minas do Leão (RS), analiso neste artigo os intercâmbios, negociações e ações de reciprocidade com o sagrado, com o ?outro mundo. Nestas relações, estão presentes as preces e promessas a ?mortos especiais ? como um morto milagroso e almas familiares ?, mas também os relatos em torno de uma geografia do sobrenatural.
Palavras-chave: Etnografia. Mineiros de carvão. Mortos milagrosos. Almas familiares. Religiosidade.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/hab.v10.2.2012.285-304

Direitos autorais

Rodapé - Habitus

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


HABITUS| Instituto Goiano de Pré-História e Antropologia | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7798 | Qualis B2

Visitantes - (04/09/2017 - 21/10/2019)
País Usuários
Brasil 13.078
Estados Unidos 671
França 361
Argentina 176
Portugal 132
México 120
Alemanha 90
Reino Unido 87
Espanha 60

Fonte: Google Analytics.