Os Cemitérios como Índice de Modernidade Urbana

Luiza Fabiana Neitzke de Carvalho

Resumo


Resumo: o acervo de arte funerária dos cemitérios de Porto Alegre (RS) sofreu modificações consideráveis ao longo das décadas. Inicialmente, era produto do trabalho das marmorarias locais e, por isso, testemunho efetivo de um fazer artístico, foi, em parte, substituído pelo modelo pós-moderno de destino do corpo, que colabora com o abandono do costume da ornamentação tumular.

Palavras-chave: Cemitério. Arte Funerária. Marmorarias.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/hab.v10.1.2012.39-52

Direitos autorais

Rodapé - Habitus

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


HABITUS| Instituto Goiano de Pré-História e Antropologia | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | e-ISSN 1983-7798 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = A3

Visitantes - (04/09/2017 - 03/12/2019)

Fonte: Google Analytics.