Casamento Grego: memória e identidade sob o prisma hollywoodiano

Marcelo Gruman

Resumo


O objetivo deste artigo é analisar as conseqüências das ideologias individualistas para a manutenção de identidades coletivas em sociedades complexas, tomando como pano de fundo o filme Casamento grego, produção norte-americana de 2002. Atenção especial será dada à  relação entre projetos individuais, transmissão de memórias coletivas e relações de parentesco no contexto multicultural norte-americano.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/frag.v16i910.99

Rodapé - Fragmentos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura | e-ISSN 1983-7828 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = B1

Visitantes - (04/09/2017 - 03/12/2019)

Fonte: Google Analytics.