Historical Memory, Theatre and Human Discourse in Sauras áAy, Carmela!

Brígida Pastor

Resumo


Para o cineasta espanhol Carlos Saura, o tema da guerra civil e suas profundas ressonâncias na arte e na sociedade espanholas refletem a devastadora repercussão artística e cultural da censura política. O filme de Saura, Ay Carmela ! (1990), é uma crônica grosseira da memória histórica espanhola, da dignidade republicana e da tragédia social coletiva. O filme se plasma como a politíca e a arte, incompatíveis na essência, quando forçadamente unidos desembocam em tragédias conseqüentes para a sensibilidade moral humana.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/frag.v16i910.96

Rodapé - Fragmentos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura | e-ISSN 1983-7828 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = B1

Visitantes - (04/09/2017 - 03/12/2019)

Fonte: Google Analytics.