A Experiência do Cinema na Cidade do Recife nos Anos 1920

Eduardo Duarte

Resumo


A invenção do cinema foi um esperanto gestual capaz de comunicar, por imagens universais, fortes valores que despertaram tensões individuais e coletivas nas cidades onde se instalava. O Recife da década de 1920 foi tocado pelos valores modernos veiculados pela experiência da sala escura. A contribuição da sétima arte pôs em cheque os valores tradicionais do mundo colonial, com as seduções de cidades modernas invisíveis.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/frag.v16i910.94

Rodapé - Fragmentos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura | e-ISSN 1983-7828 | Qualis B3

Visitantes - (04/09/2017 - 21/10/2019)
País Usuários
Brasil 40.152
Estados Unidos 1.530
Portugal 886
Moçambique 331
França 297
Angola 255
Espanha/td> 105
Chile 96
Colombia 85

Fonte: Google Analytics.