A Formação do Clero Católico em Análise

Sílvio José Benelli

Resumo


Este artigo apresenta discussões e dados preliminares de uma investigação em psicologia social sobre a produção da subjetividade eclesiástica, tal como ela se processa na instituição seminário católico. Utilizando o instrumental teórico da análise institucional, estamos estudando o dispositivo pedagógico seminário. O campo de pesquisa é um seminário católico de teologia, onde vivem 50 seminaristas em regime de internato, na etapa final de preparação para o sacerdócio. Os dados foram obtidos através da observação do cotidiano institucional. Discute-se o tema da produção da subjetividade, apresentam-se algumas teorias oficiais sobre a formação do clero, e finalmente, os dados obtidos através da observação.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/frag.v18i6.757

Rodapé - Fragmentos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura | e-ISSN 1983-7828 | Qualis B3

Visitantes - (04/09/2017 - 21/10/2019)
País Usuários
Brasil 40.152
Estados Unidos 1.530
Portugal 886
Moçambique 331
França 297
Angola 255
Espanha/td> 105
Chile 96
Colombia 85

Fonte: Google Analytics.