NATUREZA, RELIGIÃO E IMAGINÁRIO: ASPECTOS RELIGIOSOS DO POVO COLARENSE

Juscelio Mauro de Mendonça Pantoja, Manoel Vitor Barbosa Neto

Resumo


Este trabalho apresenta uma análise sobre as características religiosas dos moradores da Ilha de Colares, município localizado na Microrregião do Salgado, nordeste paraense. Essas características perpassam por três elementos que ser inter-relacionam: cultura indígena, sacralização da natureza e auto-identificação institucional, chegando a modificar, inclusive, aspectos fundamentais das denominações religiosas que lá se encontram. Utilizamos como metodologia para a realização deste trabalho a pesquisa bibliográfica, entrevista e fotografia. Nossa análise norteou-se pelos trabalhos de GALVÃO (1953) e Maués (2011) sobre as características religiosas dos amazônidas e LOUREIRO (2015) sobre a dimensão religiosa do homem amazônico a partir do imaginário. Estes trabalhos nos levaram a compreensão que as vivências e experiências religiosas do morador colarense dão conta de um ethos religioso profundamente marcado pela relação e sacralização da natureza, tendo no imaginário a expressão dessa dinâmica.

Palavras-chave


Ethos. Religiosidade. Sacralização da Natureza. Imaginário. Ethos. Religiosity. Sacralization of Nature. Imaginary.

Texto completo:

PDF

Referências


AB’SABER, A. N. Bases para o estudo dos ecossistemas da Amazônia brasileira. Revista Estudos Avançados, n. 16, 2002.

ALBUQUERQUE, M. B. B. Narrativas orais sobre religiosidade e saberes escolares no município de Colares (PA). Revista História Oral, v. 18, p. 179-206, 2015.

AYRES, M. A. Um católico em Colares: biografia de um religioso. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências da Religião) - Universidade do Estado do Pará, 2017.

ALMEIDA, N. F. de; SEMINÉRIO, F. L. P. Cognição e emoção: a importância do imaginário para a metacognição e a educação. Disponível em: . Acesso em: 25 maio 2018.

AMARAL, R. do. Fundação de Belém do Pará – Jornada de Francisco Caldeira Castelo Branco em 1616. Brasília: Senado Federal; Conselho Editorial, 2004.

AZEVEDO, J. L. de. Os Jesuitas no Grão-Pará – suas missões e a colonização, Lisboa 1901 - Série lendo o Pará n. 20. Belém: SECULT, 1999.

BECKER, B. K. Amazônia. São Paulo: Editora Ática, 1991.

BETTENDORFF, Pe. J. F. Crônica da missão dos padres da Companhia de Jesus no Estado do Maranhão. 2ª. ed. Belém: Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves, 1990.

CASTRO, D. T. de. Senhora da cura: um estudo sobre a trajetória e os saberes de uma curadora na Amazônia. Trabalho de Conclusão de Curso - Universidade do Estado do Pará, Belém, 2014.

GALVÃO, E. Vida religiosa do caboclo da Amazônia. Boletim do Museu Nacional, Rio de Janeiro, 1953.

GOMES, J. dos R. A Influência dos Mitos e Lendas no cotidiano de três Comunidades de Colares/PA. In: Anais da XV Jornada de Extensão da UFPA. 2012. Disponível em: . Acesso em: 25 maio 2018.

LINS, A. S. A. de A. Cultura Cabocla como vontade de Identidade Amazônica: conexões entre a obra científica de João de Jesus Paes Loureiro e o filme curta-metragem “Chama Verequete”. Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação. XXIX Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – UnB – 6 a 9 de setembro de 2006.

LOUREIRO, J. de J. P. A cultura amazônica e suas múltiplas vozes. Obras Reunidas. Vol. III. São Paulo: Escrituras, 2000b. p. 369-378.

LOUREIRO, J. de J. P. Mundo Amazônico: do Local ao Global. Revista Sentidos da Cultura, Belém/Pará, v. 1, v. 1, jul./dez. 2014.

LOUREIRO, J. de J. P. A etnocenologia poética do mito. Ensaio Geral, Belém, v. 1, n. 2, jul./dez. 2009.

LOUREIRO, J. de J. P. Cultura Amazônica - uma poética do imaginário. João de Jesus Paes Loureiro. 5ª. Ed. - Manaus: Editora Valer, 2015.

MAUÉS, R. H. Padres, pajés, santos e festas: catolicismo popular e controle eclesiástico: um estudo antropológico numa área do interior da Amazônia. Belém: CEJUP, 1995.

MAUÉS, R. H. Uma outra “invenção” da Amazônia: religiões, histórias, identidades. Belém: Cejup, 1999.

MAUÉS, R. H. Um aspecto da diversidade cultural do caboclo amazônico: a religião. Estudos Avançados, São Paulo, v. 19, n. 53, p. 259-274, 2005.

OLIVEIRA, S. M.; LIMA, A. S. de. O Mito na formação da identidade. Dialógica (Manaus), MANAUS, 31 jul. 2006.

PIMENTEL, D.; FARES, J. A. Poéticas orais na Ilha de Colares-PA: proposta para uma cartografia da voz e da cultura. NAU LITERÁRIA, v. 09, p. 01-20, 2013.

SILVA, D. D. da S. e S. Plantas poderosas: magia, práticas de cura e saberes de uma curandeira em Colares. Trabalho de Conclusão de Curso – Universidade do Estado do Pará, Belém, 2012.

SILVEIRA, D. D. Mulheres curadoras e saberes terapêuticos-mágicos-religiosos. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós-Graduação em Ciência da Religião, Universidade Federal de Juiz de Fora, 2016.

VILLACORTA, G. M. Rosa Azul: uma xamã na metrópole da Amazônia. Tese (Doutorado em Antropologia) - Departamento de Antropologia, Universidade Federal do Pará – UFPA, Belém, 2011.

VILLACORTA, G. M. A “Pajelança Ecológica” de “Rosa Azul”, uma Xamã na metrópole da Amazônia (Belém-PA). Revista Estudos Amazônicos, v. 21, p. 1-17, 2014.

VIVEIROS DE CASTRO, Eduardo. A inconstância da alma selvagem e outros ensaios de antropologia. São Paulo: COSAC & NAIF, 2002.




DOI: http://dx.doi.org/10.18224/frag.v28i4.6633

Rodapé - Fragmentos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura | e-ISSN 1983-7828 | Qualis B3

Visitantes - (01/01/2006 - 01/08/2019)
País Usuários
Brasil 34.046
Estados Unidos 1.488
Portugal 776
França 293
Moçambique 281
Angola 222
Espanha/td> 95
Chile 83
Colombia 74
Total 38.451

Fonte: Google Analytics.