The Fields of Combat of the Power: the Dialogue Between Foucault and Raffestin

Martha Victor Vieira, Jean Carlos Rodrigues

Resumo


Abstract: this article discusses the concept of power, highlighting the varied meanings that appear in dictionaries. It is also discussed how this term was approached in the work of Michel Foucault, whose studies, based on an interdisciplinary approach to research, reverberated and influenced countless scholars of the human sciences, among them the geographer Claude Raffestin. However, by addressing more tangible empirical questions, Raffestin's conception of power becomes tangible than Foucault's, insofar as it territorializes individuals and power relations.

As Arenas do Poder: o diálogo entre Foucault e Raffestin

Resumo: este artigo discute o conceito de poder, destacando os variados sentidos que aparecem nos dicionários. Discute-se também a forma como esse termo foi abordado na obra de Michel Foucault, cujos estudos, fundamentados em uma abordagem interdisciplinar de investigação, repercutiram e influenciaram inúmeros estudiosos das ciências humanas, entre eles o geógrafo Claude Raffestin. Contudo, por tratar de questões empíricas mais tangíveis, a concepção de poder de Raffestin torna-se mais tangível do que o pensamento foucaultiano, na medida em que ele territorializa os indivíduos e as relações de poder.


Palavras-chave


Relations of the Power; Foucault; Raffestin; Relações de Poder; Foucault, Raffestin

Texto completo:

PDF

Referências


ABBAGNANO, Nicola. Dicionário de Filosofia. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

BOUDON, R.; BOURRICAUD, J. F. Poder. In: _______. Dicionário crítico de sociologia. São Paulo: Ática, 1993. p. 433-439.

BOURDIEU, Pierre. A. O poder simbólico. 5. ed. Rio de Janeiro: Bertrand do Brasil, 2002. p. 163-207.

BOURDIEU, Pierre. Espíritos de Estado: gênese e estrutura do campo burocrático. In: BOURDIEU, Pierre. Razões práticas: sobre a teoria da ação. Campinas: Papirus, 1996. p. 91-135.

BROW, J. M. Poder. In. MIRANDA NETTO, Antônio Garcia de. et al. Dicionário de Ciências Sociais. Rio de Janeiro: FGV, 1986. p. 907-908.

CHÂTELET, François; DUHAMEL, Olivier; PISIER-KOUCHNER, Evelyne. História das idéias políticas. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2000.

CASTRO, Iná Elias de. Geografia e política: território, escalas de ação e instituições. Rio de Janeiro: Bertrand do Brasil, 2005.

DAHL, Robert. Concept of Power , 1957. p.201-2015. Disponível em: . Acesso em mar. 2016.

ERIBON, Didier. Michel Foucault: uma biografia. (1926-1984). São Paulo: Cia. Das Letras, 1991. Disponível em: em: . Acesso em: 01 abr. 2017.

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Miniaurélio: o mini dicionário da língua portuguesa. 6 ed. Curitiba: Posigraf, 2004. p. 637.

FOUCAULT, Michel. História da sexualidade: a vontade de saber. Rio de Janeiro: Graal, 1988.

FOUCAULT, Michel. A microfísica do Poder. Rio de Janeiro: Graal, 2007.

HOBBES, Thomas. Leviatã ou matéria, forma e poder de um Estado eclesiástico e civil. 2 ed. São Paulo; Martin Claret, 2008.

HUNT, Lynn. A invenção dos direitos humanos: uma história. São Paulo: Cia. das Letras, 2009.

LALANDE, André. Vocabulário, técnico e crítico de filosofia. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1999. p. 819.

LASSWELL, Harold D.; KAPLAN, Abrahan. Power and society. New Haven: Yale University Press, 1950. Disponível em: . Acesso em 04 abr. 2017.

RAFFESTIN, Claude. Por uma geografia do poder. São Paulo: Ática, 1993.

RATZEL, Friedrich. O povo e seu território. In: MORAES, Antonio Carlos Robert. Ratzel. São Paulo: Ática, 1990. p. 73-82.

ROMANO, Roberto. Introdução. In: FOUCAULT, Michel. A microfísica do Poder. Rio de Janeiro: Graal, 2007. p. VII- XXIII.

SASSO, Emanuel dos Santos. Princípios operadores disciplinares e a resistência contra a sujeição: uma perspectiva foucaultiana. Guarulhos: UNIFESP, 2014. (Mestrado em Filosofia). Disponível em: . Acesso em: abr 2017.

SKINNER, Quentin. Liberdade antes do liberalismo. São Paulo: UNESP, 1999.

STOPPINO, Mario. Poder. In: BOBBIO, Norberto, MATTEUCI, Nicola, PAQUINO, Gianfranco. Dicionário de Política. 5.ed. Brasília: UnB; São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2000. p. 933-942.

WEBER, Max. Conceitos sociológicos fundamentais. In: ______. Economia e Sociedade: fundamentos da sociologia compreensiva. Brasília: Ed. UnB, 1999. p. 3-55.




DOI: http://dx.doi.org/10.18224/frag.v28i1.5938

Rodapé - Fragmentos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura | e-ISSN 1983-7828 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = B1

Visitantes - (04/09/2017 - 25/06/2020)

Fonte: Google Analytics.