Psicoeducative Group of Country: project Extension

Juliana Santos de Souza Hannum, Cristiane Souza do Carmo, Raissa Ferreira Ávila, Ivone Félix de Sousa, Fábio Jesus Miranda

Resumo


Down syndrome has been much discussed today, but little research has turned to supporting families. Therefore, this study aimed to evaluate an action developed in Alfadown project, a psychoeducational group for guidance of parents of children, youth and adults with Down syndrome, of the PUC Goiás. We used a quantitative and qualitative research to understanding the problem studied. Using a semi-structured interview as instrument. The results show that mothers who chose the project believe that the exchange of experiences is significant and that the group also provides new friends, socialization of children, most interested in computer and after participating in the group have become confident, contributing to the development, autonomy and thus favoring the better behavior of children.

Grupo Psicoeducativo de Pais: Projeto Extensão

A Síndrome de Down na atualidade tem sido bastante discutida, porém poucas pesquisas têm se voltado para apoiar as famílias. Diante disso, este trabalho pretendeu avaliar uma ação desenvolvida no grupo psicoeducativo para pais de pessoas com síndrome down, participantes do projeto de extensão da PUC Goiás. Para tanto, o presente estudo foi de caráter quanti-qualitativo, o qual foi utilizado uma entrevista semiestruturada. Os resultados demostram que as mães ao optarem pelo projeto, entendem que a troca de experiências é significativa e que o grupo proporciona também novas amizades, socialização dos filhos, maior interesse em informática e que após participarem do grupo se tornaram empodeiradas, ou seja com maior confiança na criação dos filhos, favorecendo seu desenvolvimento pessoal, grupal e social.


Palavras-chave


Family; Alfadown projectand; Psychoeducational Group; Família; Projeto de Extensão; Grupo Psicoeducativo

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES-MAZZOTTI, Alda Judith; GEWANDSZNADJER, Fernando. O método nas ciências naturais e sociais: pesquisa quantitativa e qualitativa. São Paulo: Pioneira, 2014.

BENUTE, Glaucia Rosara Guerra; SANTOS, Niraldo O.; SANTOS, Rosa Maria Rodrigues; RONDON, Fernanda Cury; QUAYLE, Julieta; LUCIA, Maria Cristina Souza. A importância do psicólogo na criação e implantação dos programas educativos e de prevenção em saúde. Revista Brasileira de Educação Médica, v. 25, n. 1, p. 49-53, 2001.

BERNHEIMER, Lucinda. From research to practice: Support for developmental delay as preschool category of exceptionality. Journal of Early Intervention, v. 17, n. 2, p. 97-106, 1993.

BOLSONI-SILVA, Alessandra Turini; SILVEIRA, Fabiane Ferraz; MARTURANO, Edna Maria. Promovendo habilidades sociais educativas parentais na prevenção de problemas de comportamento. Revista Brasileira de Terapia Comportamental e Cognitiva, v.10, n. 2, p. 125-142, 2008.

BUSCAGLIA, Leo. Os Deficientes e seus Pais. Trad. Raquel Mendes. 3ª Ed. Rio de Janeiro: Record, 1997.

CANNING, Claire & PUESCHEL, Sieqfrieid M. Expectativas de desenvolvimento: visão panorâmica. In: PUESCHEL, Sieqfrieid M. (Org.), Síndrome de Down: guia para pais e educadores. Campinas: Papirus, p. 105-114, 1993.

CARVALHO, Margarida Maria Silveira Britto. Relatório técnico apresentado pela coordenação do Serviço de Psicologia Aplicada. São Cristóvão, UFS, não publicado, 2006.

COELHO, Marilia Velasco & MURTA, Sheila Giardini. Treinamento de pais em grupo: um relato de experiência. Estudos em Psicologia, Campinas, v. 24, n. 3, p. 333-341, Sept. 2007.

COLNAGO, Neucideia Aparecida Silva. Orientação para pais de crianças com Síndrome de Down: elaborando e testando um programa de intervenção. Ribeirão Preto, SP. Tese de Doutorado. Universidade de São Paulo, 166 p., 2000.

DESSEN, Maria Auxiliadora; PEREIRA, Nara Liana Silva. A família e os programas de intervenção: tendências atuais. In: MENDES, Enicéia Gonçalves; ALMEIDA, Maria Amélia; WILLIAMS, Lucia Cavalcante Albuquerque. (Orgs.) Temas em Educação Especial: avanços recentes. São Carlos, Edufscar, p. 179-187, 2004.

FIAMENGHI Jr. Geraldo A.; MESSA, Alcione A. Pais, Filhos e Deficiência: Estudos Sobre as Relações Familiares. Psicologia ciência e profissão, São Paulo, v. 27, n. 2, p. 236-245 2007.

GADAMER, Hans-Georgrd. Verdade e Método. Traduzido, MEURES, Flávio Paulo, Petrópolis: Ed. Vozes, vol.2, 2000.

GOMES, Willian. Considerações sobre a submissão de projetos que utilizam métodos qualitativos de pesquisa para agências financeiras. Anais do 3º Simpósio de Pesquisa e Intercâmbio Científico, ANPEPP. Águas de São Pedro, São Paulo, 239-243, 1990.

HOUAISS, Antônio & VILLAR, Mauro Salles. (2001). Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva.

INFORSATO, Fátima Aparecida Ferreira. Interação da escola e a família: considerações a partir de uma abordagem ecológica. Araraquara, SP. Tese de Doutorado. Universidade Estadual Paulista. 172 p, 2001.

LAMBERTUCCI, Marimília R.; CARVALHO, Hudson W. Avaliação da efetividade terapêutica de um programa de treinamento de pais em uma comunidade carente de Belo Horizonte. Contextos Clínicos, v. 1, n.2, p. 106-112, jul.-dez., 2008.

LEARNING, Thomson; GEIST, Richard; HEINMAMAA, Margus; STEPHENS, Derek; DAVIS, Ron & KATZMAN, Debra K. Comparision of family therapy and family group psychoeducation in Adolescents with Anorexia Nervosa. Canadian Journal of Psychiatry, v.45, n. 2, p.173-8, 2000.

OMOTE, Sadão. Famílias de deficientes: estudos relatados em dissertações e teses. In: MARQUEZINE, Maria Cristina et. al. (Org.) Perspectivas multidisciplinares em Educação Especial. Londrina: UEL, p. 125-129, 1998.

PARDO, Maria Benedita Lima & CARVALHO, Margarida Maria Silveira Britto de. Entrevista inicial como suporte para intervenções em grupos de orientação a pais. Psico, Porto Alegre, v.46, n.4, p.423-431, dez. 2015.

PICHON-RIVIERE, Enrique. O processo grupal. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

POLLIO, David E., NORTH, Carol S., & OSBORNE, Victoria A. Family-responsive psychoeducation groups for families with an adult member with mental illness: pilot results. Community Mental Health Journal, v. 38, n.5, p. 413-21, Oct. 2002.

SZYMANSKI, Heloisa. A contribuição de Paulo Freire para o desenvolvimento de práticas psicoeducati¬vas no encontro escola, comunidade, família. Revista e-curriculum, São Paulo, v.7, n.3, 2011.




DOI: http://dx.doi.org/10.18224/frag.v28i2.5452

Rodapé - Fragmentos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura | e-ISSN 1983-7828 | Qualis B3

Visitantes - (04/09/2017 - 21/10/2019)
País Usuários
Brasil 40.152
Estados Unidos 1.530
Portugal 886
Moçambique 331
França 297
Angola 255
Espanha/td> 105
Chile 96
Colombia 85

Fonte: Google Analytics.