Educação no Século XXI – Cognição, Tecnologia e Aprendizagens

FÁBIO MAURÍCIO F. SANTOS

Resumo


Neste trabalho apresenta-se parte da fundamentação de uma pesquisa realizada por Bannell (2016) abordando a discussão de alguns aspectos do uso de tecnologias computacionais nos processos de aquisição do conhecimento na escola, especificamente dos sistemas de simulação, desde uma pedagogia crítica e uma perspectiva sociocultural. Sublinha-se a necessária articulação entre a utilização dos recursos computacionais no processo educativo, as estratégias pedagógicas e os contextos socioculturais e conclui-se que a participação na construção de realidades através da simulação computadorizada, poderia ser a metáfora para a construção participativa de realidades mais conformes com os fins democráticos e igualitários que a educação deveria promover.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/frag.v27i2.5289

Rodapé - Fragmentos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura | e-ISSN 1983-7828 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = B1

Visitantes - (04/09/2017 - 03/12/2019)

Fonte: Google Analytics.