A Autoridade de Jesus no Evangelho de Lucas: um estudo teológico de Lc 4, 16-30

Eurides Divino Vaz

Resumo


Este artigo reflete sobre a autoridade de Jesus no Evangelho de Lucas. Jesus, depois de entrar sozinho na sinagoga de sua cidade natal, Nazaré, proclama com autoridade que é o Messias e Filho de Deus (Lc 4,18; 3, 21-22). Tal proclamação cumpre as Escrituras, conforme profetizado por Isaías 61,1-2; 58,6. A reação do povo, num primeiro momento, é de acolhida. Contudo, quando Jesus os convoca à  conversão, eles o rejeitam. A metodologia seguida neste artigo consiste em constatar o tema da autoridade de Jesus presente durante sua visita a Nazaré (Lc 4,18) e ver como o mesmo se repete antes e depois da passagem em questão. Metodologia que mostra como fazer um estudo teológico em relação a outros temas presentes em outras passagens bíblicas de caráter narrativo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/frag.v16i78.51

Rodapé - Fragmentos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura | e-ISSN 1983-7828 | Qualis B3

Visitantes - (04/09/2017 - 21/10/2019)
País Usuários
Brasil 40.152
Estados Unidos 1.530
Portugal 886
Moçambique 331
França 297
Angola 255
Espanha/td> 105
Chile 96
Colombia 85

Fonte: Google Analytics.