DIREITOS HUMANOS COMO OPOSIÇÃO ESTRATÉGICA AO SISTEMA JURÍDICO-LEGAL

João Batista Valverde Oliveira

Resumo


Resumo: A despeito das múltiplas utilizações ‘ideológicas’ a que todo discurso está sujeito, os direitos humanos têm se afirmado como um contra-discurso que emerge contra os diferentes dispositivos de controle das sociedades modernas. Este artigo quer discutir a possibilidade dos direitos humanos, como discurso jurídico-legal, se constituírem como contra-discurso moderno que já investiu a vida humana de potência política. Assim o debate sobre a vida humana vai ocupando os espaços vazios das antigas utopias políticas. Portanto, a própria política vai se tornando cada vez mais biopolítica; daí a contradição própria dos direitos humanos que tanto podem se estruturar como norma jurídica, como discurso humanista e mesmo como contra-discurso insurgente.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/frag.v26i4.4987

Rodapé - Fragmentos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura | e-ISSN 1983-7828 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = B1

Visitantes - (04/09/2017 - 03/12/2019)

Fonte: Google Analytics.