Fé, Cultura e Norma Eclesiástica: a gênese da Igreja Luterana no Brasil organização popular e tutela eclesiástica

Rodrigo Portella

Resumo


O artigo mostra a relação entre a imigração alemã e a formação de uma igreja teuto-evangélica no Brasil do século XIX, tendo como enfoque as tensões entre as comunidades organizadas pelos imigrantes e a tentativa de tutela delas por parte da nascente instituição eclesiástica. Procurou-se entender as dificuldades históricas de tais relações e a peculiaridade da formação deste organismo evangélico-alemão.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/frag.v16i78.48

Rodapé - Fragmentos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura | e-ISSN 1983-7828 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = B1

Visitantes - (04/09/2017 - 03/12/2019)

Fonte: Google Analytics.