Novos Brinquedos Para Crianças Mortas

Thiago de Barros Espíndola Amaral

Resumo


Este trabalho descreve o resultado de uma pesquisa de campo e de observação etnográfica, realizada no Cemitério Parque, na cidade de Limeira, SP no dia dois de novembro de 2015. O pesquisador durante in loco observou os diversos eventos da religiosidade produzida e a relação dos parentes com seus mortos e a função da religião neste dia. especificamente, durante esta observação identificou-se uma prática ritual, até onde se sabe inédita em que brinquedos eram depositados nos túmulos de pessoas mortas na infância sob um ritual religioso descrito neste artigo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/frag.v26i3.4484

Rodapé - Fragmentos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura | e-ISSN 1983-7828 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = B1

Visitantes - (04/09/2017 - 25/06/2020)

Fonte: Google Analytics.