DA TICA DO CUIDAR AO UNIVERSALISMO INTERATIVO

Teresa Maria Leal de Assunção Martinho Toldy

Resumo


Resumo: num momento histórico em que o apelo parece ser às estratégias de sobrevivência mais primária, importa equacionar o caráter político do cuidar como projeto para toda a sociedade, colocando-o no horizonte de um universalismo interativo. Este texto procura percorrer
caminhos que vão da articulação de perspetivas éticas com papéis de género à demanda de uma ética numa perspetiva simultaneamente contextualizada e universal. Pretendo chamar a atenção para as potencialidades destas abordagens não só para uma outra visão do cuidar,
mas, acima de tudo, para uma ?universalização desta perspectiva, como um apelo ético a cada ser humano.
Palavras-chave: tica. Cuidar. Justiça. Universalidade. Género

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/frag.v25i4.4399

Rodapé - Fragmentos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura | e-ISSN 1983-7828 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = B1

Visitantes - (04/09/2017 - 03/12/2019)

Fonte: Google Analytics.