HERANA DE SANGUE, DE IVAN SANT'ANNA: UM FAROESTE BRASILEIRO

Raphael Martins Ribeiro, Ewerton de Freias Ignácio

Resumo


Resumo: este artigo tem por objetivo apropriar-se do conceito de fronteira contextualizando-o no ambiente de exploração do cerrado goiano para compreender o contexto histórico-cultural representado no livro Herança de Sangue: um faroeste brasileiro (2012), de Ivan Sant?Anna.
Além disso, também se buscará estabelecer pontos de contato entre essa narrativa e alguns elementos relativos à representação do faroeste norte-americano nas estéticas literária e fílmica.
Palavras-chave: Fronteira. Cerrado goiano. Literatura. Faroeste.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/frag.v25i4.4396

Rodapé - Fragmentos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura | e-ISSN 1983-7828 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = B1

Visitantes - (04/09/2017 - 03/12/2019)

Fonte: Google Analytics.