Políticas Públicas e Produtos Locais: a não inserção do açaí (Euterpe Oleracea Mart.) na Alimentação Escolar no Estuário Amazônico

Lívia Navegantes Alves, Luiza de Nazaré Mastop de Lima, Ana Paula Dias Costa

Resumo


Resumo: o objetivo desse artigo é analisar as dificuldades de inserção na alimentação escolar do açaí produzido localmente. No estuário amazônico, os cardápios escolares são, geralmente, baseados em produtos industrializados, produzidos em outros estados, o que gera descontentamento da sociedade local. As principais dificuldades identificadas foram: frágil organização social, falta de estrutura das instituições locais e retardo dos processos democráticos locais.
Palavras-chave: Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Ribeirinhos. Hábitos Alimentares. Igarapé-Miri. Baixo Tocantins.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/frag.v25i2.4188

Rodapé - Fragmentos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura | e-ISSN 1983-7828 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = B1

Visitantes - (04/09/2017 - 03/12/2019)

Fonte: Google Analytics.