A Química das Relações Familiares


Resumo


Resumo: o presente trabalho tem como objetivo observar as relações que as famílias das pessoas que abusam do consumo de álcool e outras drogas estabelecem ao longo de seu desenvolvimento, ao configurar um contexto paradoxal de risco e de proteção, e como a metodologia do grupo multifamiliar permite a elas resgatarem suas competências, utilizando-se da comunidade de conversação. Para tal, adota a metodologia da pesquisa ação participante, do grupo multifamiliar e das redes sociais. A discussão aponta para a importância de envolver a família no tratamento dessas pessoas.
Palavras-chave: Drogas. Grupo Multifamiliar. Relações Familiares.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/frag.v25i1.4150

 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura | e-ISSN 1983-7828 | Qualis B3