O Julgamento em Mateus

Rubens Alves Costa

Resumo


Resumo: a leitura do Grande Julgamento no evangelho segundo Mateus incita o leitor a uma avaliativa do bem que deve ser feito no hodierno. Embora modelado em forma de devir escatológico, as ações germinadas a partir do texto sagrado devem ser aplicadas no presente. Este artigo faz uma reflexão da obrigatoriedade das comunidades cristãs serem agentes para a inversão do status quo dos excluídos sociais. Entende-se que a substituição de alguns modelos políticos, religiosos e socioeconômicos são ótimos mecanismos para re-humanização e o resgaste à condição de dignidade humana dos excluídos sociais dos bolsões de miséria. Serão condenados ou absolvidos no dia do juízo aqueles que de alguma forma contribuíram ou não para atenuar e transformar o modus vivendi dos necessitados.
Palavras-chave: Julgamento. Judaísmo. Comunidade. Misericórdia. Transformação.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/frag.v24i3.3336

 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura | e-ISSN 1983-7828 | Qualis B3

Flag Counter