Quando Deus se Tornou Um: A origem deuteronomista na unificação de "Iahweh e Elohim"

Douglas Oliveira dos Santos

Resumo


Resumo: o livro do Deuteronômio marca um momento em que o povo de Israel assumiria a terra de Canaã, porém sua narrativa sobre o Sagrado descreve vários aspectos que remonta o reino dividido. Essa construção descreve o conflito politico e religioso entre Judá e Israel, que eram divididos entre as duas divindades Iahweh e Elohim. Esses conflitos buscam ser resolvido pela escola Deuteronomista, na tentativa de unificar as duas divindades e assim também os dois reinos. Esse discurso busca desconstruir a ideia anacrônica de que a concepção de Deus ocidental é a mesma concepção do Deuteronômio, princípios estes defendidos pelo fundamentalismo e ortodoxíssimo. Nesse processo buscaremos compreender os problemas das traduções e contextualizações e as causas pelas quais se originaram a Escola Deuteronomista.
Palavras-chave: Iahweh. Elohim. Sagrado. Divindade. Deuteronomismo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/frag.v24i3.3331

 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura | e-ISSN 1983-7828 | Qualis B3