Rute e Boás: O Amor Destrona o Sectarismo

Joel Antônio Ferreira

Resumo


Resumo: a história de Rute e Boás se deu na época dos Juizes. Porém, do modo como está na Bíblia, foi recontada e atualizada no tempo de Esdras (séc. V aC). A força do texto centra-se em torno de uma mulher que deveria expressar uma série de fragilidades e de um homem que tinha tanto amor a dar, que simbolizou, depois, o futuro Messias, visto na ótica dos pobres. A reatualização da história é uma crítica dura ao sectarismo do recém-fundado judaismo que excluia as mulheres e os estrangeiros.
Palavras-chave: Rute. Boás. Noemi. Esdras. Judaísmo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/frag.v24i3.3330

Rodapé - Fragmentos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura | e-ISSN 1983-7828 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = B1

Visitantes - (04/09/2017 - 03/12/2019)

Fonte: Google Analytics.