Aquisição de Tatos: efeitos do reforçamento automático e reforçamento direto

Renata de Moura Guedes, Sônia M. M. Neves, Doralice Oliveira Pires, Camila Coelho Bittar, Camila de Souza Alves

Resumo


Resumo: este estudo testou os procedimentos Reforçamento Automático e Reforçamento Direto no treino de tatos. Dois participantes com atraso de linguagem moderado participaram desse estudo. Os participantes aprenderam a tatear todos os estímulos em 2 ou 3 sessões. Os resultados não apresentaram vantagem quanto ao uso de um destes procedimentos. Considera-se a presença do precorrente ecóico, existentes nos repertórios dos participantes.

Palavras-chave


Reforçamento Automático. Reforçamento Direto e Tatos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/frag.v23i4.2985

Rodapé - Fragmentos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura | e-ISSN 1983-7828 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = B1

Visitantes - (04/09/2017 - 03/12/2019)

Fonte: Google Analytics.