Psicanálise aus Barcelona: o trabalho tradutório nas travessias entre línguas

Emiliano de Brito Rossi

Resumo


Resumo: nesse artigo pretende-se abordar os meandros enfrentados na tradução de um livro catalão, sobre psicanálise e tradução, atravessado por influências de duas das mais importantes tradições de estudos psicanalíticos: as tradições anglófona e francófona. Apresentando em linhas gerais o espectro abrangido pelo livro traduzido, constrói-se uma analogia com uma travessia náutica em que o trabalho tradutório revela sua dimensão ideológica.
Palavras-chave: Psicanálise e Tradução. Freud, Sigmund. Lacan, Jacques. Tradução Catalão-Português.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/frag.v23i3.2950

Rodapé - Fragmentos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura | e-ISSN 1983-7828 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = B1

Visitantes - (04/09/2017 - 03/12/2019)

Fonte: Google Analytics.