A Cristandade: um modelo eclesial de poder

Carlos Augusto Ferreira de Oliveira

Resumo


Resumo: esse artigo tem por objetivo analisar historicamente a Cristandade como modelo eclesial de poder. Tendo na relação íntima entre Igreja Cristã e sociedade civil mediada pelo Estado sua definição, a Cristandade estabeleceu ao longo de dezesseis séculos um modelo de poder verificado na legitimação do Status Quo e na função da Igreja Cristã como aparelho ideológico do Estado

Palavras-chave: PerCristandade. Poder. Igreja. Estado. Legitimação.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/frag.v21i2.1889

Rodapé - Fragmentos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura | e-ISSN 1983-7828 | Qualis B3

Visitantes - (01/01/2006 - 01/08/2019)
País Usuários
Brasil 34.046
Estados Unidos 1.488
Portugal 776
França 293
Moçambique 281
Angola 222
Espanha/td> 95
Chile 83
Colombia 74
Total 38.451

Fonte: Google Analytics.