A Linguagem Apocalíptica com uma Categoria de Análise da Propaganda Institucional Veiculada Sobre a Qualidade da Educação Brasileira

José Reinaldo de Araújo Quinteiro

Resumo


Resumo: este trabalho pretende relacionar o conceito da figura da segunda besta da literatura sagrada apocalíptica com a propaganda institucional sobre a qualidade da educação do governo brasileiro veiculada nos meios de comunicação de massa. Constitui-se um recorte para situar que o ser humano se torna vítima da política praticada nos dois contextos de dominação. Na época do Imperador Romano Domiciano, 81 a 96 d.C, as vítimas são os cristãos; na atualidade,
precisamente entre os anos de 2000 a 2011, as vítimas são os profissionais em educação e os que concebem o ProUni, o Fies, o PDE como vitrines dos investimentos educacionais.

Palavras-chave: Apocalipse. Segunda besta. Educação. Governo. Profissionais em educação

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/frag.v21i1.1662

Rodapé - Fragmentos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura | e-ISSN 1983-7828 | Qualis B3

Visitantes - (01/01/2006 - 01/08/2019)
País Usuários
Brasil 34.046
Estados Unidos 1.488
Portugal 776
França 293
Moçambique 281
Angola 222
Espanha/td> 95
Chile 83
Colombia 74
Total 38.451

Fonte: Google Analytics.