Matrix: a tecnologia na transição entre o real e o imaginário

Goiamérico Felício Carneiro dos Santos, Magno Luiz Medeiros da Silva, Mariana de Paiva Araújo

Resumo


Resumo: o presente trabalho discorre sobre a relação entre o real
e o imaginário, interligando-se com a linguagem onírica, na elaboração cinematográfica. O objeto de estudo é o filme Matrix, uma obra de grande sucesso mundial, que inovou a linguagem cinematográfica e, pela qual, Andy e Larry Wachowski (roteiristas e diretores do filme) utilizaram Filosofia, Psicologia, Mitologia, Religião, Matemática, entre outros.

Palavras-chave: Cinema. Narrativa. Real. Imaginário. Virtual.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18224/frag.v20i4.1473

Rodapé - Fragmentos
 

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição Sem Derivações 4.0 CC BY-NC-ND


FRAGMENTOS DE CULTURA | Pontifícia Universidade Católica de Goiás | Instituto de Filosofia e Teologia | Sociedade Goiana de Cultura | e-ISSN 1983-7828 | Qualis CAPES Preliminar 2019 = B1

Visitantes - (04/09/2017 - 25/06/2020)

Fonte: Google Analytics.